O setor imobiliário se mostrou um dos mais resilientes diante da crise econômica vivida em 2020 em consequência da pandemia da Covid-19. Mas a boa notícia é que as projeções são de que o mercado continuará aquecido em 2021. 

Dados divulgados pela Associação Brasileira de Incorporações Imobiliárias (Abrainc) mostram que 97% dos presidentes e diretores das maiores incorporadoras do país pretendem lançar projetos imobiliários no próximo ano. 

O levantamento foi realizado com profissionais que estão à frente das 38 maiores empresas do setor imobiliário no Brasil. Destes, 92% mostraram também a intenção de adquirir terrenos no período – um número relevante tendo em vista a importância dessa ‘matéria-prima’. 

A pesquisa foi feita entre os dias 23 e 30 de setembro, mês que encerrou um ciclo de 12 meses onde foram emitidos um número recorde de 973 alvarás para a construção de empreendimentos verticais na cidade de São Paulo. 

Além da intenção de lançamento de novos empreendimentos no setor imobiliário, a pesquisa também colheu a opinião dos entrevistados a respeito da expectativa de aquecimento do mercado nos próximos meses e da avaliação dos últimos meses de 2020. E, mais uma vez, os dados mostraram um cenário esperançoso: 

  • 87% dos entrevistados notaram um aumento nas vendas no terceiro trimestre do ano; 
  • Nas companhias com foco em empreendimentos de médio e alto padrão, 90% dos entrevistados relataram o aumento; 
  • Dentre aqueles que atuam em empresas com empreendimentos ligados ao programa Casa Verde e Amarela, 82% disseram que houve aumento nas vendas; 
  • Para os próximos três meses, 68% acreditam que haverá alta. Se levarmos em conta os próximos 12 meses, 87% estão confiantes com o aumento das vendas. 

Por que é o momento de investir no setor imobiliário? 

Há três grandes fatores ligados ao aquecimento do setor imobiliário: as quedas bruscas da taxa de juros brasileira, que acaba por derrubar também as taxas de financiamento de imóveis, e a valorização da moradia, motivada pelo período de isolamento social e trabalho remoto. 

Com muitas empresas aderindo permanentemente ao home office, muitas famílias têm buscado residências maiores, com maior número de quartos e que suportem a estruturação de um escritório em casa, por exemplo. 

E o que tudo isso tem a ver com o investimento no setor imobiliário? Podemos dizer que bastante coisa. Principalmente se você pensa em investir em incorporação imobiliária. 

Nesta forma de investir em imóveis, você investe lado ao lado com o incorporador, no momento mais rentável do projeto, antes mesmo da venda das unidades no estande. 

Portanto, o aquecimento do setor imobiliário é extremamente benéfico para esse tipo de investimento, afinal, é o sucesso das vendas que irá garantir maiores retornos. 

QUER SABER MAIS? BAIXE AGORA MESMO O E-BOOK GRATUITO “GUIA DO CROWDFUNDING IMOBILIÁRIO”