Todo ano há reajuste no valor do IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor).

Não que a alíquota aumente. Pelo contrário, o percentual é sempre o mesmo. O que muda é a valorização ou a desvalorização do veículo ao longo do ano.

No momento, por exemplo, os veículos usados tiveram um aumento no valor de tabela por conta da alta demanda.

Isso ocorreu porque muita gente deixou de comprar carro 0Km, por ser muito caro, para obter um seminovo. E conforme a lei da oferta e da procura, o preço do usado também subiu.

Mas o que isso tem a ver com investimentos?

Esta é uma pergunta que muita gente faz. Se os automóveis se desvalorizassem durante o ano, o valor do IPVA também seria menor. Mas aconteceu o contrário.

Só em São Paulo, se o governo seguir as regras de cálculo composta por itens como valor venal do veículo, inflação, alíquotas estaduais, entre outras, o reajuste será superior a 20%.

Quem obteve esse índice de aumento no salário? O reajuste aprovado para o salário mínimo do ano que vem gira em torno de 8%, abaixo da expectativa de inflação para este ano, que está na casa dos 10%.

Observe que o IPVA não é o único encargo que onera o bolso dos cidadãos. Há também as contas básicas como água e luz que, por causa da estiagem, estão bem mais caras. Quem tem filho em idade escolar sabe que terá de comprar cadernos, livros e os seus preços certamente estarão maiores do que no ano anterior.

Planejamento é a palavra

Enfim, o certo é investir de forma planejada, pensando quais os tipos de gastos poderão pesar daqui a um ou dois anos.

A dica é guardar uma parte do dinheiro em um bom produto de renda fixa, que não seja poupança, para fazer uma reserva de emergência.

Outra parte deve ser colocada em ativos que ofereçam retornos mais altos. Ações da Bolsa de Valores podem ser opção, mas elas são muito voláteis e exigem conhecimento por parte do investidor.

Uma boa solução é aplicar o dinheiro em ativos alternativos, que rendem muito mais que os produtos de renda fixa e com muito mais segurança do que a Bolsa de Valores.

E as opções são diversas, royalties musicais, precatórios, ativos imobiliários, obras de arte, todos oferecendo bons retornos e muita segurança.

A Hurst Capital é a maior originadora de ativos reais da América Latina. Entre em contato e saiba mais sobre esse mercado. Sempre é tempo de proteger o seu dinheiro e evitar surpresas desagradáveis.