due diligence é uma das fases essenciais no processo de originação e estruturação de uma operação, servindo para que se possa conhecer a fundo todos os riscos envolvidos, mitigantes e decidir sobre a compra de determinado ativo.  

Assim, é possível oferecer ao investidor maior tranquilidade e segurança em relação ao ativo objeto do seu investimento. 

Para que serve a due diligence? 

O principal objetivo dessa auditoria é confirmar a veracidade dos dados apresentados, aprofundar a pesquisa e identificar riscos. 

É comum que esse processo seja citado quando falamos sobre operações de equity (participação societária), por exemplo, pois essa auditoria analisa todo o histórico da empresa. 

Movimentação de caixa, questões jurídicas, documentação, registros, passivos, contingências e etc…

Também são estudadas as pessoas que compõe o quadro societário, sejam elas físicas ou jurídicas, analisando a fundo se possuem dívidas ou outros passivos que possam prejudicar a aquisição. 

Entretanto, a due diligence pode e deve ser utilizada em qualquer tipo de investimento. 

Como é feita a due diligence? 

Quando falamos de ativos judiciais, mais especificamente sobre um título público judicial, a due diligence analisa quem é o credor original, quais as circunstâncias do processo que originou o título, se há alguma dívida ou processo que possa inviabilizar a venda.  

  • Leia mais sobre títulos públicos judiciais 

No nosso canal do Youtube, produzimos uma série de vídeos com a head de compliance da Hurst, Melina Fernandes, contando histórias de alguns riscos bizarros que foram encontrados durante os processos de due diligence: 

O processo varia de ativo para ativo, de caso para caso. 

Como você pôde observar nos vídeos da série “Due diligence e riscos bizarros”, há alguns casos em que somente uma análise superficial não daria conta de identificar os principais problemas. 

O importante é que essa auditoria seja realizada por uma equipe especializada e que tenha profundo conhecimento sobre os temas tratados. 

Em alguns casos, há a contratação de empresas especializadas nesse tipo de serviço. 

No caso da Hurst, contamos com uma equipe interna de profissionais com anos de experiência nesse tipo de análise e com amplo conhecimento dos ativos que originamos. 

Acesse nossa PÁGINA DE OPERAÇÕES e confira as oportunidades disponíveis.