Hoje em dia é muito comum ouvirmos a palavra blockchain.
Mas o que ela significa e para que serve?

Em tradução livre blockchain significa “cadeia de blocos”. É uma tecnologia sem a qual não seria possível a criação de criptomoedas como o Bitcoin, entre tantas outras que surgiram depois.

Isso porque a blockchain é uma estrutura de banco de dados diferente dos tradicionais.  Cada bloco se conecta com o anterior em uma sequência cronológica. Para efeito de comparação com o mundo real imagine uma parede em construção. 

Os blocos vão sendo assentados um a um até formar a parede que em nossa analogia é o banco de dados. Podemos imaginar também uma corrente, que é formada por um conjunto de elos ou gominhos ou então um trem que tem diversos vagões.

Blockchain faz a validação eletrônica

Então, vamos supor que você acabou de investir R$10 mil em algum ativo financeiro. Sem a existência da blockchain certamente o investimento seria validado por meio de documentos em papel. Tudo burocrático e demorado.

Com a tecnologia blockchain, essa validação é eletrônica. Um processo muito mais rápido e extremamente seguro. Desde 2008, quando a blockchain passou a ser usada nas transações com criptomoedas, nunca ocorreu de alguém conseguir romper a criptografia desta tecnologia.

Isso ocorre porque o documento eletrônico que representa e assegura o investimento fica guardado dentro de um desses blocos virtuais que são criptografados com um código complexo de letras e números.

Ao se juntar ao bloco anterior ele se torna ainda mais seguro porque para quebrar a criptografia dele é preciso também descobrir a criptografia dos blocos anteriores, ou seja, há uma autoproteção na cadeia de blocos, que torna praticamente impossível a invasão e o acesso às informações.

Plataforma usará tecnologia

Por ser extremamente segura, a tecnologia blockchain será usada pela Hurst para negociar seus ativos no mercado secundário a partir de maio.

Para que isso fosse possível, a plataforma transformou em Token (digitalizou) todos os ativos sob sua gestão. Isso possibilitará uma maior movimentação financeira dentro da própria plataforma com a possibilidade de mais ganhos aos investidores.