Mais uma vez o tema do nosso Payday é o retorno de uma das nossas operações mesmo durante a crise econômica atualna última semana, nossos investidores receberam o primeiro pagamento da operação Recebíveis de Serviços de Arquitetura. Com captação total de R$ 135 mil, a rodada teve retorno de 1,60% ao mês e 20,98% ao ano com prazo de recebimento total em 12 meses. 

A rodada em questão foi aberta no dia 27 de março. Na ocasião, foi informado aos investidores participantes o período de 30 dias de carência para a realização do primeiro pagamento. A partir disso, foi previsto retorno mensal do investimento. 

Além da primeira parcela, paga aos investidores no dia 28 de maio, estão previstos outros 10 pagamentos. 

Dessa vez, o relato é do executivo responsável pela área de ativos empresariais aqui na HurstLuis Coutinho. 

A comunicação do pagamento foi feita por e-mail e, mais uma vez, recebida muito bem pelos investidores que escolheram essa operação. 

“As reações foram, obviamente, de satisfação pelo retorno atingido. De forma geral, os retornos dos ativos que apresentamos são acima da média do mercado, mas sempre é importante o momento do retorno dos valores investidos”. 

Todos os investidores dessa rodada se mantiveram na faixa de isenção com recebimentos abaixo de R$35.000,00 (trinta e cinco mil reais) dentro da mesma classe de ativos no mesmo mês, portanto, ainda levaram para casa essa rentabilidade sem tributação de Imposto de Renda.  

Com uma operação lançada e paga em um momento onde os investimentos ligados ao mercado tradicional têm se mostrado cada vez menos rentáveis, Hurst prova mais uma vez que apostar nos Ativos Alternativos é a opção ideal para passar por períodos de crise sem perder dinheiro.  

“Entregar esse retorno aos nossos investidores em um momento tão delicado para a economia é reforçar que, por aqui, nós continuamos trabalhando ativamente na originação de ativos reais com taxas de retorno acima da média de mercado e estrutura de garantias mais sofisticadas”, disse.