No último mês, contamos a história do primeiro pagamento de uma rodada de precatórios estaduais de São Paulo, iniciada em fevereiro de 2019.  

Hoje, damos continuidade aos pagamentos dessa mesma rodada, com um segundo precatório que rendeu 38,8% ao ano e que também foi pago durante o atual período de pandemia da Covid-19. 

De acordo com relato do CFO da Hurst, Daniel Motta, a operação é uma das maiores em número de ativos já feita pela plataforma e conta com mais de 28 precatórios na rodada, com captação total de R$ 3.536.539,44 

O precatório em questão, pago em 29/05/2020, representa 2,58% do total da carteira, mas já trouxe alívio aos investidores que participaram da rodada ao receberem o retorno em um momento tão incerto. 

“Todos estão muito satisfeitos com a rentabilidade que estão conseguindo nessa operação, ainda mais com a renda fixa derretendo como tem acontecido nos últimos meses”, relatou. 

Para a equipe, o pagamento do precatório foi uma surpresa naquele momento, já que esperavam um atraso de pelo menos dois meses. 

Com o dinheiro em mãos, todos os investidores que participaram da operação foram comunicados via e-mail e o repasse foi realizado através da própria plataforma, pelo Wallet Hurst, onde o saldo permanece disponível tanto para o resgate, quanto para o investimento em outras operações. 

Como é de costume em nossas operações, todos aqueles que investiram até R$ 35 mil nessa rodada foram isentos do Imposto de Renda. 

“Em um momento que os investidores estão muito preocupados em não perder seus investimentos, os pagamentos consistentes dos precatórios confirmam que estamos no caminho certo em oferecer diversificação, rentabilidade e riscos adequados aos nossos investidores”.