O perfil de investidor funciona como um “guia” para que você encontre quais as opções de investimento que mais se enquadram com seus objetivos e expectativas. 

Ter seu perfil de investidor bem definido e seus objetivos bastante claros em mente vai te ajudar a fazer escolhas mais inteligentes sobre onde e como investir. 

É como se essa análise funcionasse como um planejador de viagens: você sabe exatamente onde quer chegar e tem diversas possibilidades para isso. 

Você pode demorar mais tempo na viagem, mas utilizar um transporte que considere mais seguro. Ou pode chegar mais rápido correndo mais riscos. 

Se pensarmos em investimentos, a lógica é a mesma: dependendo de qual seu objetivo, há diversas opções considerando características como risco e liquidez e que se encaixam em diferentes perfis. 

Vale lembrar que conforme seus objetivos e metas mudarem no decorrer dos anos, o seu perfil de investidor também pode mudar. 

Como saber qual seu perfil de investidor 

É bastante comum que ao criar uma conta em uma corretora ou informar seu gerente do banco que gostaria de começar a investir, você receba um pequeno questionário. 

Esse questionário abordará temas como: o quanto você está disposto a se expor ao risco, qual a liquidez desejada, quais os objetivos que você tem em mente ao investir, dentre outros. 

Esse tipo de questionário servirá justamente para rastrear seu perfil de investidor. Assim, será mais fácil para o agente oferecer os investimentos ideais para o seu perfil.  

É importante ressaltar que esses tipos de recomendações podem passar por certos conflitos de interesse caso a corretora ou plataforma escolhida não aplique o alinhamento de interesses em suas operações. 

Em linhas gerais, o perfil de investidor é classificado de acordo com três pilares: rentabilidade, liquidez e segurança/risco. 

É bastante difícil encontrar um único produto de investimento que contemple as três pontas, e por isso é tão importante rastrear qual seu perfil de investidor. 

Assim, fica mais fácil saber qual dos pilares é mais ou menos importante para você e qual deles você está disposto a abrir mão e, então, encontrar o investimento ideal para seu perfil. 

Quais são os perfis de investidor? 

Levando em conta todas essas variáveis, o mercado costuma trabalhar com três perfis de investidor distintos: conservador, moderado e arrojado (ou agressivo). 

O investidor conservador é aquele que não está disposto a correr altos riscos. Normalmente, é o investidor que prioriza a segurança na hora de escolher seus investimentos. 

Em geral, podemos dizer que os investimentos de baixo risco são ideais para esse perfil de investidor, que evite ao máximo perder dinheiro. 

Já o investidor moderado possui tanto as características do conservador, quanto do arrojado.  

Isso quer dizer que este perfil de investidor ainda preza pela segurança, mas está disposto a abrir mão dela e tomar alguns riscos em alguns momentos, tendo em vista uma maior rentabilidade. 

Quando falamos do investidor arrojado ou agressivo, estamos falando de um investidor que está disposto a se expor mais ao risco em troca de altas rentabilidades. 

São investidores que visam uma estratégia de longo prazo, em sua maioria. 

Mas uma coisa muito importante deve ser lembrada: as características citadas aqui em cada perfil de investidor NÃO SÃO REGRAS.  

Tudo pode mudar a qualquer momento e vai depender, sempre, de quanto risco você está disposto a tomar e quais são seus objetivos de curto, médio e longo prazos. 

Por isso é tão importante analisar cada caso isoladamente.  

O perfil de investidor serve como um norte para entender quais investimentos se encaixam melhor em casa caso, mas nada impede que você monte sua própria estratégia sem seguir nenhum gabarito.