Por que deixar o dinheiro na Poupança?

Esta é uma pergunta que parece sem sentido porque oficialmente é claro que a Poupança existe. A questão na realidade é outra e tem a ver com rentabilidade. Olhando por este ângulo a pergunta poderia ser feita de outra forma: A Poupança ainda existe enquanto opção de investimento?

Neste caso, a resposta é “não, a Poupança não existe como opção de investimento”. Nem mesmo aquele investimento feito com a finalidade de reserva de emergência. Para quem não sabe, reserva de emergência é o dinheiro aplicado em algum lugar que possibilite sacá-lo a qualquer momento, em caso de necessidade, sem perdas financeiras.

A Poupança permite isso. Se você sacar antes do prazo, não terá ganho sobre o valor retirado, mas também não haverá cobrança de taxas, multas ou qualquer outro valor.

Produtos melhores

Acontece que hoje em dia existem outros produtos de renda fixa que oferecem a mesma vantagem com rentabilidade maior. Então, por que deixar o dinheiro na Poupança?

Com a taxa Selic elevada a 2,75% pelo Copom, o rendimento da Caderneta de Poupança ficará na casa de 1,92% ao ano. Muito pouco considerando que a inflação esperada para 2021 seja superior a 4,5%.

Por isso, é preciso procurar opções melhores para guardar a reserva de emergência. Existem aplicações, como os CDBs, que dão retorno maior e, assim como a Poupança, são garantidos pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC).

Ativos alternativos

Agora, para obter rentabilidade maior, acima da inflação, o investidor pode partir para os investimentos alternativos, também conhecidos como ativos reais. Dá para investir em imóveis, royalties musicais, direitos creditórios, precatórios, obras de arte, moedas antigas, automóveis.

Trata-se de uma mercado amplo, com rentabilidade bem acima da oferecida por qualquer produto de renda fixa e com a vantagem de não ter ligação alguma com aplicações em Bolsa de Valores. Por esta razão, os ativos reais são bem menos voláteis e proporcionam segurança muito próxima da renda fixa.

Na hora em que for procurar um investimento para substituir a Poupança, fale com a Hurst, primeira plataforma a oferecer ativos alternativos no Brasil. A Hurst acumula expertise e tem a transparência necessária para ajudar você a escolher o melhor investimento.