Os investimentos tradicionais são alternativas que existem de modo consolidado no mercado financeiro. É o caso das ações ou de títulos de renda fixa, por exemplo. Porém, além dessas opções, existem os investimentos alternativos — e eles têm crescido no Brasil e no mundo. 

Essas oportunidades têm características específicas e que não se encaixam nas classificações convencionais do mercado financeiro. Assim, vale a pena conhecer o panorama para essas alternativas e como investir nelas. 

Neste artigo, você aprenderá quais são as perspectivas para os investimentos alternativos no Brasil e no mundo e como aproveitá-los ao compor a sua carteira. 

Continue a leitura e confira! 

Qual é o cenário de investimentos alternativos no mundo? 

O mercado de investimentos alternativos mundial tem chamado a atenção dos investidores. De acordo com o 2022 Preqin Global Alternative Report, o total de recursos sob gestão e investidos em ativos alternativos já somava US$ 13 trilhões em 2021. 

O montante é um reflexo do crescimento constante desse mercado desde 2010. De 2015 a 2021, por exemplo, a taxa média de crescimento anual do montante alocado em investimentos alternativos foi de 10,7%. Nos próximos anos, a tendência é que a taxa alcance 11,7%. 

Ainda, o mercado poderá atingir o total de US$ 26 trilhões sob gestão em investimentos alternativos pelo mundo até 2026. Logo, existe potencial para esse mercado dobrar de tamanho em menos de uma década. 

Embora esses dados incluam possibilidades como private equity e venture capital, os resultados também envolvem os ativos reais. No caso dos criptoativos, por exemplo, o total investido em alternativas negociadas em bolsa com lastro em ativos digitais poderá superar US$ 120 bilhões em 2028. 

E qual é o cenário de investimentos alternativos no Brasil? 

Assim como acontece pelo mundo, os investimentos alternativos têm ganhado projeção no Brasil. No caso de private equity e venture capital, o total superou R$ 35 bilhões investidos entre janeiro e setembro de 2021. 

Os investimentos em ativos reais no Brasil também têm se destacado. Os criptoativos, por exemplo, passaram por avanços em 2021. Com isso, o mercado cripto brasileiro passou a ocupar a 5ª posição no mundo, considerando os resultados daquele ano.  

Além disso, a perspectiva é de ampliação do mercado de investimentos alternativos, especialmente diante das condições gerais da economia. Em 2021, o mercado de streaming de música, por exemplo, cresceu 32% no Brasil 

Na mesma época, as receitas obtidas com serviços de transmissão musical alcançaram R$ 1,8 bilhão. Com isso, os investimentos alternativos voltados para os royalties musicais podem se tornar mais relevantes. 

Por que investir no mercado de investimentos alternativos? 

Como você viu, os investimentos alternativos têm evoluído no Brasil e no mundo. Em parte, isso se deve às vantagens que essas oportunidades podem oferecer aos investidores. 

Um dos principais pontos positivos é a diversificação do portfólio. Isso porque, normalmente, essas oportunidades apresentam uma descorrelação com os investimentos convencionais. 

Dessa forma, se a bolsa de valores brasileira apresentar quedas, ainda assim há chances de obter lucros com o mercado de arte ou com os royalties musicais, por exemplo. Logo, investimentos alternativos permitem se expor a riscos diferentes, o que ajuda a proteger o seu portfólio.  

Além disso, os investimentos alternativos podem ser uma oportunidade de rentabilizar a carteira. Como eles têm riscos diferentes das versões tradicionais, esses ativos podem apresentar maior potencial de ganhos. Logo, é possível melhorar seus resultados e se aproximar dos seus objetivos. 

Dessa forma, você pode proteger seu patrimônio em momentos de inflação alta, por exemplo, já que o retorno desses ativos pode ser mais elevado que o lucro obtido com investimentos tradicionais. Assim, você tem a oportunidade de lidar melhor com uma eventual crise financeira. 

Ainda, fazer investimentos alternativos pode ser uma forma de participar de mercados que estão em desenvolvimento. Ao investir em ativos digitais desde já, você pode aproveitar a evolução da tecnologia nos próximos meses ou anos. 

Como existem diversas possibilidades disponíveis no mercado, é possível escolher investimentos alternativos que sejam condizentes com a sua estratégia. Como resultado, há como personalizar sua carteira com mais eficiência. 

Vale a pena fazer investimentos alternativos? 

Caso você tenha interesse nos investimentos alternativos, é importante saber se vale a pena incluí-los em sua carteira. Nesse sentido, o primeiro passo envolve conhecer o seu perfil de investidor. 

Ele indica qual é o seu nível de tolerância aos riscos e à volatilidade do mercado. Como você viu, os investimentos alternativos ainda não são consolidados como os ativos tradicionais. 

Também é necessário pensar em seus objetivos financeiros. O ideal é que eles estejam alinhados ao médio ou ao longo prazo. Assim, você pode diminuir a exposição à volatilidade e reduzir parcialmente os riscos da sua carteira.  

Ademais, você deve pensar em sua estratégia e compreender como um investimento alternativo pode colaborar para os resultados. Ao adotar essas práticas, fica mais fácil definir se faz sentido realizar esse tipo de aporte. 

Como fazer investimentos alternativos? 

Se o investimento alternativo fizer sentido para as suas características, é necessário buscar uma plataforma de ativos reais, como a Hurst Capital. Dessa forma, você poderá investir em diferentes oportunidades, como: 

Para tanto, basta abrir sua conta e transferir os recursos financeiros para realizar as operações. Contudo, antes da alocação, não deixe de conferir os documentos de apresentação dos ativos, que descrevem os riscos e os cenários projetados para o investimento. 

Essa análise ajudará a escolher as alternativas mais adequadas. Por fim, realize o aporte, considerando o montante mínimo. Nesse caso, o processo é feito por meio de tokens, ou seja, cada investidor compra uma pequena parte do ativo alternativo. 

Após o período de captação, os ativos serão negociados conforme previsto na estratégia, observando o prazo ou motivadores para encerrar as posições. Quando a operação for finalizada, os resultados são distribuídos proporcionalmente à participação de cada investidor. 

Neste artigo, você conferiu o panorama de investimentos alternativos no Brasil e no mundo. Se essas oportunidades forem interessantes para você, considere buscar uma plataforma de ativos reais para realizar as suas alocações.  

Quer fazer investimentos alternativos com praticidade? Abra sua conta na Hurst Capital e conheça nossas operações!