É muito comum que empresas de diferentes portes busquem recursos externos para manter ou expandir suas operações. Porém, além dos produtos tradicionais oferecidos por bancos, existem as operações de créditos — e vale a pena compreender o que elas são e como funcionam. 

Assim, você conhecerá mais uma forma de captação de recursos para empresas e uma nova oportunidade de investimento para quem investe. Ao mesmo tempo, é essencial saber quais são os riscos e como esse tipo de investimento é realizado — a fim de avaliar se ele é adequado para a sua estratégia. 

Que tal saber mais sobre o tema? Continue a leitura para descobrir o que são as operações de crédito empresarial e entenda como elas funcionam! 

O que são as operações de crédito empresarial e como funcionam? 

As operações de crédito empresarial funcionam como empréstimos destinados a empresas que desejam captar recursos. É o que ocorre, por exemplo, com a antecipação dos recebíveis de uma companhia. 

Entretanto, é preciso destacar que as operações de crédito empresarial não são títulos de renda fixa. Em vez disso, você estará se expondo a investimentos alternativos relacionados a ativos reais. 

Para entender como funcionam as operações de crédito empresarial, considere uma empresa que vende a prazo para os seus clientes. Então uma venda realizada hoje terá seu pagamento concluído dentro de alguns meses. Logo, a companhia tem um fluxo de recebimento ao longo do tempo. 

Porém, é comum que o negócio precise de capital de giro para pagar os fornecedores e manter as operações em funcionamento. Nesse caso, é possível recorrer à antecipação de recebíveis para levantar recursos.  

Esse processo consiste em ceder os direitos creditórios como garantia, em troca da antecipação do valor menos um deságio. Assim, a empresa pode ampliar a liquidez do capital. Já essa diferença entre o valor dos direitos creditórios e o que foi adiantado cria as condições para oferecer retorno para quem investe. 

Nesse sentido, os investidores são aqueles que alocam recursos na alternativa e recebem, em troca, o rendimento da operação. Isso é viável porque os pagamentos feitos pelos clientes da empresa seguem para uma conta compartilhada pela companhia e pela instituição que antecipa os recursos. 

A partir disso, é possível fazer o pagamento dos investidores, de acordo com as condições definidas como o prazo e a regularidade. 

Como os clientes pagam valores distintos em datas diferentes, os recursos tendem a se acumular e costumam ser pagos nas condições e nos momentos previstos na operação. Assim, você pode receber pagamentos variados ao longo da aplicação. 

Quais as oportunidades essas operações podem oferecer para empresas? 

Além de entender o que são as operações de crédito e como é o funcionamento delas, é importante saber as oportunidades que elas podem oferecer para os negócios. A principal está relacionada ao acesso ao crédito. 

Por meio dessas operações, as empresas podem obter dinheiro para realizar projetos ou compor o capital de giro com um custo menor do que o padrão de mercado. Portanto, há chances de captar recursos e pagar menos que em empréstimos ou financiamentos. 

Ademais, o acesso a esse dinheiro pode favorecer a saúde financeira da empresa. Além de reduzir o nível de endividamento, a alternativa pode ajudar o negócio a manter as atividades em funcionamento. Assim, essas operações atuam como uma relevante linha de crédito para diversas companhias. 

Quais oportunidades elas oferecem ao investidor? 

Da mesma forma que as operações de crédito são vantajosas para as empresas, há como observar pontos positivos para o investidor. Um dos aspectos mais interessantes dessa alternativa é que você pode obter ganhos mais elevados que em outras operações com prazos e outras condições semelhantes. 

Além disso, esse tipo de investimento se torna uma alternativa interessante para diversificar a carteira. Ao escolher operações de crédito relacionadas a ativos reais, por exemplo, é provável que elas sejam descorrelacionadas de outros investimentos convencionais. Isso permite reduzir os riscos do portfólio ao evitar a concentração de recursos. 

Ao mesmo tempo, é preciso saber que essas oportunidades preveem riscos maiores. Por exemplo, há o risco de crédito, ou seja, de ocorrer inadimplência. Ela está relacionada à possibilidade de os clientes ou de a empresa não fazer os pagamentos conforme acordado. 

Porém, existem mitigadores dessas situações, como uma análise rigorosa sobre as condições de pagamento da companhia e da sua carteira de clientes. Ainda, os recebimentos seguem para uma conta compartilhada e a empresa se compromete a assumir a dívida caso os clientes não façam o pagamento. 

Outra questão a observar é o risco de mercado. Ele está relacionado às mudanças que podem ocorrer no cenário e afetar a capacidade de pagamento dos clientes e do negócio. 

Porém, se a companhia tiver dificuldades em cumprir os pagamentos, a dívida pode ser executada para o recebimento. Assim, é possível reduzir os riscos envolvidos no investimento.  

Como investir em operações de crédito empresarial? 

Até aqui, você entendeu quais são as características gerais de funcionamento das operações de crédito empresarial. Caso você tenha interesse nelas, é preciso saber como investir. 

Para tanto, comece analisando seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Veja se você tem tolerância para assumir os riscos previstos e se esse tipo de investimento é compatível com os resultados que você espera alcançar. 

Em seguida, é necessário buscar uma empresa que ofereça acesso a esse tipo de investimento. Com a plataforma da Hurst Capital, você poderá participar das operações de crédito que forem mais adequadas para você. 

Nesse contexto, há como investir a partir de um valor mínimo definido por operação, junto a outros investidores. Após o final do período de captação, você receberá os pagamentos conforme o seu nível de participação no investimento e as condições da operação. 

Assim, é importante conferir os materiais que detalham a operação e tirar dúvidas, caso elas surjam antes do investimento. Ao final, você conseguirá observar a taxa interna de retorno (TIR) da operação, auxiliando na tomada de decisão. 

Neste artigo, você descobriu o que são as operações de crédito empresarial e como se dá o funcionamento desse processo para as empresas e para investidores. Com esse conhecimento, se torna possível começar a avaliar se o investimento faz sentido para você e aproveitar essa oportunidade. 

Quer fazer investimentos em ativos reais e alternativos? Abra sua conta na Hurst Capital e conheça as operações disponíveis!